Dr. Mario Luis da Silva Pinto
Responsável Técnico
Especialista em Medicina do Trabalho
CRM: 6831 - RQE: 12096

(48) 3263-6163
(48) 3263-4352

Novidades

12/11/2014


Brasil e Espanha firmam acordo para troca de experiências em transplantes

Acordo técnico permitirá intercâmbio de experiências bem-sucedidas, como a de cirurgias que envolvem coração parado ou de múltiplos órgãos.

Duas referências mundiais vão unir esforços para adotar e aprimorar capacitações, qualificação e pesquisa na área de transplantes. Na terça-feira (11/11), o governo brasileiro assinou, em Brasília, um acordo de cooperação técnica com o Ministério da Saúde, Serviços Sociais e Igualdade do Reino da Espanha, por meio da Organização Nacional de Transplantes (ONT). O documento prevê a formação de equipes de transplantadores em campos inéditos ou pouco explorados no país, como o transplante com coração parado (morte circulatória) e de múltiplos órgãos.

“A Espanha é referência no desenvolvimento de transplantes no mundo e possui um dos programas públicos mais avançados no processo, desde a doação até a cirurgia. Apesar de geograficamente não possuir relação com o Brasil, os dois países se assemelham muito em questões técnicas, de legislação e de gestão”, afirma o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

A partir da parceria e projetos-piloto, profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) terão acesso a experiências bem-sucedidas, como o programa de doação de órgãos a partir de doadores com coração parado (morte circulatória). Nesses casos, não há chances de sobrevivência para a vítima, mas existem técnicas que permitem o aproveitamento não só do coração, mas mantém de outros órgãos sólidos, como pulmão e rins. No Brasil, os transplantes só ocorrem após a confirmação da morte encefálica e com a permissão da família.

Outro caso é o de cirurgias de intestino, que já são realizadas com sucesso na Espanha, mas pouco praticadas no Brasil, estando no estágio do campo de pesquisas, em São Paulo. Além disso, também pode haver troca de experiência nos chamados transplantes compostos ou de membros (braços e pernas), um tipo de procedimento raro.

Além de fortalecer ações nos dois países, no caso brasileiro, a parceria trará benefícios na área de formação. Desde 2004, a Espanha já recebe anualmente profissionais brasileiros para atividades de capacitação e de especialização na área de transplantes. A partir do acordo formal de parceria entre os países, haverá o fortalecimento das ações e atividades.

 

Fonte: saude.gov

portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/principal/agencia-saude/15519-brasil-e-espanha-firmam-acordo-para-troca-de-experiencias-em-transplantes

VidaMed

segurança e
medicina do trabalho
Matriz
Rua Coronel Buchele, nº 101
Centro, Tijucas, SC
CEP: 88200-000
Fone: (48) 3263-6163
Outras unidades
 

Copyright © 2018 - Vidamed - Todos os direitos reservados.